Polícia

Grupo faz protesto por causa de homens mortos após furtarem carne em Lauro de Freitas

Um grupo fez um protesto na frente do supermercado Atakarejo, de Lauro de Freitas, cidade da região metropolitana de Salvador, por causa das mortes de Yan Barros e Bruno Barros, após os dois furtarem carnes do supermercado Atakarejo, no bairro do Nordeste de Amaralina, na capital baiana. A manifestação aconteceu no final da manhã desta quarta-feira, dia 05, e durou cerca de uma hora.

Com cartazes, o grupo, formado por entidades do movimento negro de Salvador e região metropolitana, pediu justiça, celeridade nas investigações e esclarecimento das autoridades e da rede varejista sobre o caso. Não houve presença dos familiares de Yan e Bruno. Os corpos de Yan e Bruno foram encontrados na mala de um carro, na localidade da Polêmica, na capital baiana, na noite do dia 26 de abril.

A delegada Andréa Ribeiro, diretora do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), disse que imagens de câmeras de segurança do supermercado Atakarejo, no bairro de Amaralina, em Salvador, estão sendo analisadas. Familiares e amigos de Bruno e Yan Barros denunciam que os seguranças do estabelecimento entregaram os dois, que são tio e sobrinho, a traficantes do bairro do Nordeste de Amaralina depois do crime, no dia 26 de abril.

G1/ Bahia

Vamos produzir seu Jingle Político?
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo