Informe Gospel

Achados arqueológicos em Israel lançam luz sobre vida 1.100 anos atrás

Um grupo de jovens voluntários descobriram um raro tesouro de moedas do período abássida, datado de cerca de 1.100 anos atrás, em uma escavação arqueológica realizada pela Autoridade de Antiguidades de Israel. A escavação fazia parte dos preparativos para a construção de um bairro no centro do país.

Oz Cohen, jovem que encontrou o tesouro, afirmou que quando escavava o solo viu o que parecia folhas muito finas, mas depois se deu conta de que na verdade tratava-se de moedas de outro, um verdadeiro tesouro encontrado no meio de uma obra.

“Cavei no solo e quando escavei o solo, vi o que pareciam folhas muito finas. Quando olhei de novo, vi que eram moedas de ouro. Foi muito emocionante encontrar um tesouro tão especial e antigo”, disse Cohen.

A descoberta dos jovens acabou se mostrando ser na realidade um tesouro muito raro e valioso que, surpreendentemente, adicionará maior conhecimento “sobre um período do qual ainda sabemos muito pouco”, disse o Dr. Robert Kool, um especialista em moedas no Instituto de Antiguidades de Israel Autoridade.

Uma das áreas que poderá ser explorada através do tesouro encontrado é o sistema monetário da época. Além disso, os achados lançam luz sobre as conexões entre impérios, já que as efígies das moedas poderão dar maior entendimento sobre as figuras da época.

“O tesouro consiste em dinares inteiros de ouro, mas também – o que é incomum – contém cerca de 270 pequenos fragmentos de ouro – pedaços de dinares de ouro cortados para servir como ‘pequeno troco’”, disse Kool.”O corte de moedas de ouro e prata era uma característica regular do sistema monetário nos países islâmicos após a década de 850, com o súbito desaparecimento das moedas de bronze e cobre”, continuou.

A descoberta ainda pode revelar informações sobre a interação entre sociedades antigas. Segundo Kool, um dos cortes é uma peça rara que nunca foi encontrada em escavações em Israel, sendo do imperador bizantino Teófilo (829 – 842 da era cristã).

Ele explica que o artefato foi cunhado na capital do império, Constantinopla. “O aparecimento deste pequeno fragmento de moeda bizantina em um tesouro islâmico é uma rara evidência material das conexões contínuas (guerra, comércio) entre os dois impérios rivais durante este período”, disse.

Fonte: Gospel Prime

Vamos produzir seu Jingle Político?
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo