Informe GospelPolêmica

Vídeo: Pastor é intimado por se opor à ideologia de gênero

O pastor Jorge Linhares, diretor geral do Colégio Batista Getsêmani, está na mira do Ministério Público de Minas Gerais.

O MPMG abriu um inquérito para investigar o colégio após ter publicado um vídeo com crianças comentando sobre ideologia de gênero. O vídeo “caracterizou discriminação de identidade de gênero” e foi enquadrado pela OAB como “discurso de ódio”.

O vídeo foi publicado no dia 28 de junho, explicando o intuito da ideologia de gênero e a refutando. Além disso, nele também é argumentado que Deus não erra ao criar meninos e meninas.

O intuito da publicação seria uma resposta à rede de fast food Burger King, que lançou uma campanha com crianças para comemorar o Dia Mundial do Orgulho LGBTQIA+.

Por esse motivo, o Colégio Batista Getsêmani foi denunciado ao Ministério Público, bem como seu representante, o pastor Jorge Linhares.

De acordo com o Ministério Público de Minas Gerais, o líder religioso pode ser investigado por discriminação de identidade de gênero por causa da publicação.

A pastora Daniela Linhares, sua filha, também publicou um vídeo nas redes sociais do pai exibindo a notificação e criticando a decisão do MPMG. O pastor deverá prestar esclarecimentos por videoconferência no dia 02 de agosto.

A notificação foi assinada pelo promotor Mário Konichi Higuchi Júnior, que diz que se o pastor tiver problemas com o acesso à internet, deverá comparecer presencialmente à unidade do Ministério Público em Belo Horizonte, na data informada.

Fonte: O Fuxico Gospel

Vamos produzir seu Jingle Político?
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo