PolêmicaPolíticaSanto Antônio de Jesus

Secretário de Saúde manda vereador Uberdan se calar quanto a supostas denúncias de abuso de poder na Secretaria

O secretário de Saúde de Santo Antonio de Jesus, Leonel Cafezeiro, disse nesta segunda-feira (29) que nenhuma medida deverá ser tomada pela Secretaria em relação às supostas denúncias apresentadas pelo vereador Uberdan Cardoso (PT) na semana passada.

De acordo com o edil, diversos servidores da Saúde teriam lhe procurado para denunciar que o diretor administrativo da Secretaria de Saúde, Willian Cerqueira, estaria cometendo atos de abuso de poder, perseguição e assédio moral. Uberdan Cardoso afirmou, no entanto, que não poderia apresentar os nomes dos servidores porque eles tinham medo de retaliação e procuraram o vereador para tentar que ele intermediasse uma solução.

Questionado pelo repórter Reginaldo Silva, da Rádio Recôncavo FM, sobre as afirmações, o secretário disse que não houve denúncia porque não houve crime. “Não houve assedio moral. Assédio moral é um crime e quem denuncia um crime tem que disser quem fez, quem sofreu, onde foi e quando foi ou como foi. Ele não tinha nada disso. Denúncia vazia a gente não pode dar (atenção)”, afirmou Leonel Cafezeiro.

O secretário, que participou de uma reunião na semana passada com o vereador Uberdan Cardoso, da qual participaram também os três procuradores do município, Marcel Almeida, Edmilson Maia e Paulo Bispo, disse ainda que chegou a pedir que o edil se calasse sobre o assunto. “Eu não tinha ação nenhuma a fazer uma vez que ele disse que não podia declinar nomes. Eu disse então que se ele não pudesse declinar nomes que se calasse”, afirmou Leonel Cafezeiro.

Gigante da Notícia

Vamos produzir seu Jingle Político?
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo