Covid-19Polêmica

MP aciona prefeito acusado de furar fila de vacinação em Wenceslau Guimarães

O Ministério Público do Estado acionou na Justiça o prefeito de Wenceslau Guimarães, no Baixo Sul da Bahia, Carlos Alberto (Republicanos), acusado de furar a fila da vacinação contra o novo coronavírus.

“Kaká”, como é conhecido, chegou a postar em uma rede social sua foto sendo vacinado, com a legenda: “Forte e vacinado contra a Covid-19”. Posteriormente o gestor excluiu a publicação, mas populares já haviam tirado o print.

Segundo o promotor Rodrigo Pereira, “Kaká” foi enquadrado pela vigilância epidemiológica na categoria “Trabalhadores da Saúde”, da fase 3 da vacinação. No entanto, ele não é trabalhador da saúde. O MP também ajuizou a ação civil contra a coordenadora de vigilância epidemiológica municipal, Jucineide Ferreira Cordeiro de Assis.

Redação: Tribuna do Recôncavo | Informações: Políticos do Sul da Bahia

Vamos produzir seu Jingle Político?
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo