Covid-19Economia

Salvador e RMS: Restrição de atividades não essenciais prossegue até 15 de março

Devido à situação da Covid-19, com ocupação da taxa de leitos de UTI ainda acima de 80%, a medida que restringe as atividades consideradas não essenciais em Salvador e Região Metropolitana prossegue até o próximo dia 15. Um comunicado sobre o assunto foi divulgado na noite deste sábado (6). A decisão conjunta foi tomada pelo prefeito Bruno Reis (DEM), pelo governador Rui Costa (PT) e demais gestores da RMS, em reunião virtual realizada mais cedo, que também foi acompanhada pelo presidente da Câmara de Vereadores da capital baiana, Geraldo Júnior (MB).

“Os gestores chegaram à conclusão após avaliação dos números do novo coronavírus na cidade. Mesmo com a abertura de novos leitos no Hospital Salvador, na tenda da Arena Fonte Nova, do novo gripário em São Cristóvão e na segunda unidade de suporte ventilatório nos Barris, a taxa de ocupação de leitos em Salvador é de 85% e, na Bahia, é de 87%. Para evitar o colapso no sistema de saúde, a saída foi, mais uma vez, prorrogar a medida de restrição do comércio por mais uma semana e, assim, garantir o isolamento social e diminuir a taxa de transmissão”, informa o comunicado.

Bruno Reis afirmou que “após sete dias de suspensão das atividades não essenciais em nossa cidade, já começamos a observar uma pequena queda no número de casos ativos, mas ainda muito incipiente diante da gravidade que estamos vivendo neste momento”. “As UPAs ainda estão cheias: neste momento, 47 pacientes estão aguardando regulação para hospitais de campanha. Fizemos um esforço grande esta semana e, mesmo assim, os números não cederam.

A rede privada está praticamente colapsada, com a maioria dos hospitais com mais de 95% de ocupação e pacientes aguardando vagas. Por isso, na reunião de hoje, com a presença do governador e dos prefeitos da região metropolitana, decidimos prorrogar as medidas por mais sete dias”, completou.

BNews

Vamos produzir seu Jingle Político?
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo