Eleições 2020

Aluguel do ‘supercomputador’ que falhou nas eleições municipais de domingo custou R$ 26 milhões ao governo

O aluguel do “supercomputador” que falhou nas eleições municipais no último domingo (15), provocando lentidão na divulgação dos resultados, custou R$ 26 milhões aos cofres públicos. A informação foi divulgada pelo jornal O Globo.

De acordo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o problema foi provocada por um algoritmo de inteligência artificial que funcionou de forma mais lenta do que previsto. O papel do algoritmo é ajustar o desempenho da máquina para a demanda de processamento de dados.

O preço se explica, segundo fontes de área, pelo fato de que o servidor é hospedado dentro do datacenter do TSE e não em “nuvem”, devido à preocupação com a segurança de manter os dados dos eleitores dentro do território brasileiro.

O Globo

Vamos produzir seu Jingle Político?
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo