Educação

Universidades federais são responsáveis por quase 70% das notas máximas no Enade

Dos 510 cursos de graduação que receberam conceito máximo no Exame Nacional de Desempenho de Estudantes (Enade), 67% são de universidades federais. As instituições estão ameaçadas de ter cortes de R$ 994,6 milhões em verbas no orçamento de 2021. Do restante, 18% são de universidades privadas (com ou sem fins lucrativos); 14,5%, de estaduais; e 0,5%, de municipais.

O índice, divulgado nesta terça-feira (20), pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), mede a qualidade dos cursos com base no desempenho dos alunos no Exame. A nota varia de 1 a 5, sendo 5 a pontuação mais alta. De 8.368 cursos, 510 atingiram a maior nota.

Os cortes previstos no Orçamento de 2021 representam uma redução de 17,5% do valor destinado para as despesas discricionárias, ou “não obrigatórias”, como contas de água e luz, pagamento de funcionários terceirizados e bolsas de programas de assistência estudantil. Os valores ainda podem ser alterados até a aprovação do orçamento final do governo, em dezembro, pela Câmara e pelo Senado.

Redação: Metro1 | Informações: G1

Vamos produzir seu Jingle Político?
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo