Covid-19

Cidades da Ilha de Itaparica ficam fora do decreto de restrições do Estado e poderão abrir comércio nesta segunda-feira

Em uma transmissão ao vivo na noite deste sábado (6), os prefeitos de Vera Cruz, Marcus Vinicius Marques Gil (MDB) e Itaparica, José Elias das Virgens Oliveira (PTB), cidades que dividem o território administrativo da Ilha de Itaparica, anunciaram que os dois municípios da Região Metropolitana de Salvador, ficarão de fora do decreto de prorrogação das medidas restritivas do Governo do Estado para o combate da covid-19.

O governador Rui Costa (PT) anunciou no sábado, a prorrogação das medidas que restringem o funcionamento das atividades comerciais e de serviços, até o próximo dia 15 de março. Com isso, em Salvador e cidades da Região Metropolitana só estão autorizadas a funcionar as atividades essenciais como supermercados e farmácias.

De acordo com o prefeito de Vera Cruz, Marcus Vinicius, em uma reunião online com o governador, os gestores da Ilha argumentaram que as duas cidades se diferem dos outros municípios da RMS e que por isso, deveriam seguir o mesmo que está indicado para outras cidades do interior, ou seja, manter todas as atividades funcionando, adotando os cuidados para evitar a proliferação da doença. “O governador ouve as argumentações e eu dizia a ele que a gente está muito mais próximo de Salinas, de Jaguaripe, de Aratuípe, do que das cidades do outro lado do mar. E a gente conseguiu convencer o governador e a Ilha não vai mais constar no anexo específico, comum de toda a Região Metropolitana”, revelou Marcos Vinicius.

Com a definição do governador, agora tanto Vera Cruz quanto Itaparica terão as atividades comerciais e de serviço funcionando até às 18h, de segunda a sexta-feira, cumprindo toque de recolher entre as 20h e as 5h todos os dias e no fim de semana mantendo abertas apenas as atividades essenciais.

Gigante da Notícia

Vamos produzir seu Jingle Político?
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo